Portão do Parque Guinle

Restauro do Portão Guinle inclui estátuas que compõem o monumento

Postado em 11 de setembro de 2020

O Portão Guinle foi fabricado no início do século passado na fundição Schwartz & Meurer, em Paris, e virou pórtico de entrada do parque projetado para ser o jardim do Palacete da família Guinle, construído entre 1910 e 1913. Em 1946, a casa foi adquirida pela União e, atualmente, é conhecida como Palácio das Laranjeiras, residência oficial dos governadores do Rio de Janeiro.

O portão monumental histórico, tombado pelo município em 2001, é ladeado por dois leões alados em ferro fundido da fundição francesa Val d’Osne, que recepcionam os visitantes do Parque Guinle ao lado de dois anjos em bronze montados em duas esfinges em mármore branco, réplicas do Palácio de Versailles. Todos esses elementos estão incluídos no projeto de restauração realizado pelo Revitaliza Rio, que tem previsão de término para dezembro de 2020.

Patrocínio

Patrocínio

Apoio

Apoio

Produção

Realização